segunda-feira, 8 de abril de 2013

Navio-Patrulha Oceânico "Apa" parte do Reino Unido rumo ao Brasil

Navio-Patrulha Oceânico “Apa”


No dia 11 de março, o Navio-Patrulha Oceânico “Apa” parte da Base Naval de Portsmouth, no Reino Unido, rumo ao Brasil, em uma travessia de aproximadamente dois meses e meio. A primeira escala será o porto de Lisboa (Portugal), quando o meio naval será aberto à visitação pública pela primeira vez. Em seguida, visitará Las Palmas (Espanha), Nouakchott (Mauritânia), Dacar (Senegal), Tema (Gana), Luanda (Angola), Walvis Bay (Namíbia) e, em águas brasileiras, Rio Grande, Itajaí e Angra dos Reis para ter como destino final, na segunda quinzena de maio, a cidade do Rio de Janeiro.

A construção do NPaOc teve início em 10 de setembro de 2008; seguido do batimento de quilha, em 16 de fevereiro de 2009; lançamento ao mar em 19 de novembro de 2009; e finalização da construção em julho de 2010.

No dia 30 de novembro de 2012, o navio foi batizado, na cidade de Portsmouth, e incorporado à Marinha do Brasil, em cerimônia presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante-de-Esquadra Fernando Eduardo Studart Wiemer. O evento contou com as presenças do Representante Brasileiro na IMO (Organização Marítima Internacional), Almirante-de-Esquadra (RM1) Luiz Umberto de Mendonça; da madrinha do navio, Sra. Lúcia de Almeida Rêgo Florêncio Chagasteles; do Diretor de Equipamentos de Defesa e Apoio do Ministério da Defesa do Reino Unido, Real Admiral Steve Brunton; do Primeiro Lorde do Almirantado do Reino Unido, Admiral Sir Mark Stanhope; e do Diretor da “BAE Systems Maritime - Naval Ships”, Sr. Mick Ord.

Como parte do Programa de Obtenção de Meios, a incorporação do segundo de três Navios-Patrulha Oceânicos de 1.800 toneladas, construídos pela “BAE Systems Maritime – Naval Ships”, marca um importante incremento para a segurança e proteção das riquezas da ”Amazônia Azul”. O primeiro, o NPaOc “Amazonas”, foi incorporado a Marinha do Brasil em 29 de junho de 2012; e o terceiro, o NPaOc “Araguari”, está previsto para ser incorporado ainda em 2013.

A principal característica desses meios é a flexibilidade, o que os tornam possíveis de serem utilizados em diversas tarefas, tais como: operações de patrulha naval, assistência humanitária, busca e salvamento, fiscalização, repressão às atividades ilícitas e prevenção contra a poluição hídrica.

O NPaOc “Apa” é o quarto navio batizado com este nome, referência a um importante rio da Região do Pantanal, que delimita a fronteira entre o Brasil e o Paraguai, e cuja bacia hidrográfica tem cerca de 12.000 quilômetros quadrados, em território brasileiro.

Principais características:

comprimento total: 90,5 metros
comprimento entre perpendiculares: 83 metros
boca máxima: 13,5 metros
calado: 4,5 metros
deslocamento carregado: 2.170 toneladas
velocidade máxima com 2 motores: 25 nós
raio de ação a 12 nós: 5.500 milhas náuticas
autonomia: 35 dias
capacidade de tropa embarcada: 51 militares
capacidade de transporte de carga: 06 conteineres de 15 toneladas
armamento: 01 canhão de 30mm e 02 metralhadoras de 25mm
sistema de propulsão: 2 motores MAN 16V28/33D de 7.350 HP
geração de energia: 3 geradores CATERPILLAR de 550 kW e 1 Gerador CATERPILLAR de 200 kW
tripulação: 11 Oficiais, 21 SO/SG e 48 CB/MN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...