quarta-feira, 31 de julho de 2013

Brasil vai ter navio-laboratório para pesquisas no oceano

Ministro marco antonio raupp
Ministro da Ciência Marco Antonio Raupp

O Ministério da Ciência e Tecnologia anunciou na terça-feira a compra de um navio-laboratório de US$80 milhões para pesquisas hidroceanográficas, durante o Congresso Brasileiro para o Progresso da Ciência (SBPC), realizado em Recife.

A embarcação vai integrar o projeto do recém lançado Instituto Nacional de Pesquisas Oceânicas e Hidroviárias (Inpoh).

O objetivo é estudar a conservação da biodiversidade marinha, a melhoria de processos associados à pesca, aquicultura e maricultura, bioprospecção, proteção e adaptação de zonas costeiras para as mudanças climáticas, realização de estudos sobre vias fluviais, hidráulica fluvial e portuária.

"Estamos concretizando uma demanda antiga da comunidade científica, que culminará em um grande avanço para as pesquisas oceanográficas e para o uso sustentável dos nossos recursos marítimos e fluviais", disse o ministro Marco Antonio Raupp.

O almirante Wilson Guerra informou que o navio está sendo construído na China. A previsão é que a embarcação seja entregue em outubro de 2014.

O navio será equipado com o que há de mais avançado em termos de tecnologia, o que permitirá o acesso à parte geológica e biológica para experimentações e retirada de amostras, explicou o almirante.

França, Japão, China e Rússia são alguns dos países que possuem navios equipados com alta tecnologia, destinados a essa finalidade. "Certamente, essa aquisição poderá alçar o Brasil ao nível das pesquisas realizadas nesses países", avaliou Guerra.

O Inpoh foi lançado este ano pelo governo para viabilizar pesquisas que já são feitas em universidades, institutos e empresas no país. A compra da embarcação é resultado de um acordo de cooperação entre o Ministério da Ciência e Tecnologia, o Ministério da Defesa, a Marinha do Brasil, a Petrobras e a Vale.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...