terça-feira, 3 de setembro de 2013

Plenário da Câmara absolve Natan Donadon do processo de cassação do mandato

Natan Donadon


O plenário da Câmara acaba de absolver o deputado Natan Donadon do processo de cassação de mandato. Foram 233 votos a favor do parecer do relator, Sergio Sveiter (PSD-RJ), 131 votos contra e 41 abstenções.

Para que Donandon perdesse o mandato, o parecer de Sveiter precisaria de, no mínimo 257 votos. Mesmo com a decisão do plenário, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, disse que acatava a decisão, mas como Natan se encontra impossibilitado de desempenhar as funções de deputado, ele convocava de imediato o suplente para assumir o mandato, porque a Casa não pode ficar com um parlamentar a menos, pois Donandon cumpre pena de prisão no Complexo Penintenciário da Papuda, no Distrito Federal.

Preso desde junho por peculato e formação de quadrilha, Donadon disse na chegada ao plenário da Câmara que tem certeza da inocência. "Só vim porque tenho certeza da minha inocência. Estou confiante na verdade, que a verdade prevalecerá", disse à Rádio Câmara, antes de entrar no plenário. O deputado Sérgio Zveiter (PSD-RJ) fez a leitura do parecer apresentado na Comissão de Constituição e Justiça da Casa que pede a cassação Donadon.

No início da sessão, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), abriu os trabalhos dizendo que o assunto único da noite "não é das pautas mais agradáveis desta Casa". Alves pediu que os parlamentares "cumpram o seu dever". O voto de cada parlamentar será secreto e são necessários 257 votos (do total de 513 deputados) para decretar a perda de mandato de Donadon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...