sábado, 21 de dezembro de 2013

Força Nacional de Segurança é acionada após mortes em Porto Velho



Por conta dos atentados ocorridos em Porto Velho entre a noite de quinta-feira (19) e a madrugada de sexta-feira (20), com sete mortes e 10 feridos confirmados, a Secretaria de Segurança Pública de Rondônia convocou policiais da Força Nacional de Segurança, que estavam atuando na região de Rio Pardo, próximo a Floresta Nacional do Bom Futuro em Rondônia.

Além da força de segurança federal a secretaria convocou todos os servidores, inclusive da parte administrativa do estado, para exercerem policiamento nas ruas da cidade. A Polícia Rodoviária Federal vai dar apoio aéreo e terrestre. Entre as linhas de investigação da polícia, está um possível acerto de contas entre bandidos, assim como retaliação às ações da polícia contra criminosos.

“Nós estamos fechando os quartéis. Estamos, inclusive, puxando os policiais que estão cedidos a outras secretarias, no Ministério Público, no legislativo, estão sendo trazidos para serem colocados nas ruas. Na capital, nós teremos o emprego maciço do efetivo”, garante Bessa.

As mortes começaram a ser registradas na noite de quinta-feira, quando homens, ainda não identificados pela polícia, atiraram indiscriminadamente contra pessoas em diversos pontos da cidade, entre eles bares na Zona Leste e na Zona Sul da cidade e no Campo da Associação Futebolística do Bairro Areal (AFA), na região central. Durante a manhã desta sexta-feira, houve ainda o registro de mais um homicídio, com as mesmas características dos atentados anteriores.

Além da Polícia Militar (PM), cerca de 70 policiais da Força Nacional de Segurança devem ajudar no policiamento a partir das 19h (horário local), mas o Exército foi dispensado. “Não entendemos ainda que há necessidade de intervenção do Exército. A segurança pública está sendo reforçada. Estamos com dois helicópteros sobrevoando a cidade que continuarão durante a noite”, explica Bessa.

“Algumas pessoas que foram mortas ou feridas tem passagem pelo sistema prisional, então estamos trabalhando com a hipótese de acerto de contas entre criminosos. Estamos trabalhando com todas as hipóteses que surgirem. Tão logo, houve as ações ontem a noite, as equipes da COE foram acionadas para irem às ruas”, frisa Bessa, que pede que todas as informações sejam repassadas para o disque denúncia da Polícia Civil, 197.

O governador de Rondônia, Confúcio Moura falou em entrevista que os atentados foram retaliações a Operação Salve, deflagrada na quinta-feira (19), quando a polícia apreendeu armas, munições e até dinamites com quatro pessoas após investigações sobre o motivo da execução do agente penitenciário Luiz Jorge Pinto Mondego, de 25 anos e do policial militar Osmar Júnior, atingido por tiros na terça-feira (17) em frente de casa.

O objetivo da operação é de desarticular uma suposta organização criminosa que teria envolvimento com ameaças a policiais e agentes penitenciários. Em relação a sensação de insegurança da população, influciencidada também pela liberdade temporária de mais de 400 presos do regime semiaberto, Bessa diz que a população não precisa temer, pois todo o policiamento está sendo feito e até o momento não há qualquer relação desses presos, que já saíam do sistema prisional durante o dia, com os homicídios.

"A sensação de insegurança transmitida por informações falsas é maior do que acontece de fato. Não está havendo ondas de tiroteios, nem ondas de ataques pela cidade. É importante que a populaçao colabore", finaliza o secretário de segurança pública de Rondônia.

Preocupados com os ataques, o comércio da capital anunciou que está reduzindo o horário de atendimento que estava ser estendido por causa da proximidade com o Natal.

Entre os mortos confirmados estão: Ronaldo de Lima Araújo, que morreu na Rua Vila Mariana, no Bairro São Francisco, Zona Leste da cidade; Alessandro Silva Melo, que foi atingido em um bar no Bairro Castanheiras, Zona Sul. Ainda morreram nos hospitais, Tailo Martinho Rodrigues, Elton de Freitas Santos, Cristiano de Brito, Alessandro da Costa e Talisson Lima de Araújo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...