domingo, 27 de julho de 2014

Ministério Público esta investigando Aécio Neves por construção de aeroporto em fazenda de parente dele



O Ministério Público de Minas Gerais vai apurar a construção de um aeroporto no município de Cláudio. A obra fica em uma área que pertencia a um tio-avô do candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, e foi desapropriada quando ele estava no segundo mandato como governador. O candidato nega ter havido qualquer favorecimento.

Segundo reportagem de domingo (20) do Jornal Folha de São Paulo, o aeroporto foi construído por quase R$ 14 milhões em 2010 em terras pertencentes a um tio-avô do então governador do estado, Aécio Neves.

No local havia uma pista de pouso de terra. A reportagem de domingo afirma que o uso do aeroporto é público e gratuito, mas que as chaves do portão ficam em poder da família.

A prefeitura do município de Cláudio negou essa informação e declarou que as chaves ficam em poder dela.

A Agencia Nacional de Aviação Civil disse que vai investigar a utilização do aeroporto.

Com base na reportagem, o Ministério Público de Minas decidiu abrir uma apuração sobre a construção do aeroporto de Cláudio. O promotor Eduardo Nepomuceno de Souza afirma que vai investigar o fundamento administrativo para a desapropriação e o real interesse público para a construção.

A assessoria de campanha do candidato Aécio Neves, do PSDB, afirmou que a reportagem contém equívocos. Segundo a nota, a área do aeroporto pertence ao estado de Minas Gerais e a ação de desapropriação teve início em março de 2008, antes da licitação para melhorias da pista que já existia. Segundo a assessoria, a documentação foi enviada à Anac em julho de 2011.

O governo de Minas afirma que a família do ex-dono da área, Múcio Guimarães Tolentino, contesta, na Justiça, o valor de R$ 1 milhão pago como indenização, mas que a imissão de posse ao estado já foi concedida e que, por isso a desapropriação é irreversível.

O candidato Aécio Neves disse, nesta segunda-feira, que implantou melhoramentos em 30 aeroporto quando governou Minas Gerais. E defendeu a obra no aeroporto de Cláudio.

“Cláudio tem hoje mais de 300 indústrias de fundição produzindo produtos não apenas para o país, mas, para exportação. É uma demanda de mais de 20 anos, como todas as outras que nós recebemos, nós fizemos um enorme programa de interligação por via aérea também, de regiões importantes economicamente do estado. Essa foi uma obra importante para o estado de Minas Gerais, feita com absoluta lisura, numa área pública, desapropriada, de posse do estado e diferente daquilo que, num primeiro momento, disse um importante jornal, mas, hoje se corrige”, declarou o candidato.

Em nota, a assessoria do candidato Aécio Neves anunciou que fez uma representação no Tribunal Superior Eleitoral contra a Anac e contra a presidente Dilma Rousseff, por considerar que há uso da máquina pública em favor da candidatura da presidente e contra adversários políticos.

A assessoria de campanha da presidente Dilma não quis comentar a acusação.

Em nota, a Anac declarou que o objetivo da agência é garantir a segurança da aviação civil e que a apuração se deve a uma denúncia pública em uma pista não autorizada pela Agência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...